Arquivo da categoria: Sem categoria

Resenha – O Hobbit, J. R. R. Tolkien.

o-hobbit

 

Um dos melhores livros que li em toda a minha vida. É desta forma que começo esta resenha. O Hobbit é um livro infanto-juvenil de fantasia escrito pelo professor britânico J. R. R. Tolkien, dedicado ao seus dois filhos. Sua primeira publicação aconteceu em 1937, se tornando um dos livros mais vendidos da história.

Tudo começa quando Bilbo Bolseiro, um hobbit de vida confortável e tranquila no Condado, recebe a visita de 13 anões e Gandalf, que o levam a uma aventura (mas os hobbits não gostam de aventuras!). A comitiva leva Bilbo, o ladrão da expedição, segundo Gandalf, o mago, tendo o objetivo de resgatar o tesouro guardado por Smaug, o dragão.

No decorrer na narrativa, Bilbo, um hobbit pacato, vai descobrindo o seu talento para ser ladrão, tendo os seus conflitos internos e descobrindo o potencial escondido que jamais ele descobriria em sua vida normal no Condado. Isso remete àquelas pessoas que vivem uma vida sem desafios e que um dia descobrem que a vida é muito mais do que viver em busca da segurança.

Nesta jornada através das montanhas e das terras ermas, eles enfrentam trolls, orcs, wargs, elfos. Bilbo se vê em diversas confusões e encontra algo que mudaria não só sua vida como de toda Terra-Média.

A viagem de Bilbo, Gandalf e a companhia dos treze anões, guiados pelo Rei Thorin, filho de Thrain, rei sob a montanha, além de todo o lado leste, além do ermo, das montanhas, da floresta das trevas, além de tudo o que o Hobbit jamais conhecera, a não ser pelas lendas e canções, com destino à Montanha Solitária, local onde, há muito tempo, existiu o reino dos anões, no qual durante um longo período houve fartura e riquezas sem fim, animais mágicos e todos, inclusive os moradores das cidades próximas, eram felizes.

Até que um dia, atraído pela riqueza, como todos os dragões, chegou Smaug, um terrível dragão que destruiu e acabou com o reinado dos anões, deixando somente ossos e cinzas por toda a região, e somente os que estavam fora da grande montanha conseguiram sobreviver. Smaug, assim, acabou tomando conta dos salões e de toda riqueza de uma raça.

Um livro perfeito em todos os aspectos. Uma narrativa envolvente, que prende o leitor do começo ao fim, cheia de aventuras emocionantes. A sucesso de O Hobbit também fez de suas antigas impressões grandes negócios. A primeira edição em língua inglesa pode ser vendida entre seis mil e vinte mil libras em um leilão, embora o preço de uma primeira edição assinada tenha atingido mais de sessenta mil libras.

E vou logo adiantar que você vai descobrir um segredo preciosossssss.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Citações de James Matthew Barrie, autor de Peter Pan.

peter_pan_1

“Se você tem amor, você não precisa de mais nada; e se você não tem, não faz diferença o que mais você tenha.”

“Tente sempre ser um pouco mais simpático que o necessário.”

“Deus nos deu a memória para que pudéssemos ter rosas em dezembro.”

“Aqueles que trazem a luz do sol para a vida dos outros, não pode mantê-lo de si mesmos.”

“Morrer será uma grande aventura.”

“A vida é uma longa lição de humildade.”

“O charme é tudo numa mulher. Se ela tem, não precisa ter mais nada; se não tem, não adianta ter tudo mais.”

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Resumo – Monte Castelo e os 7 Vícios Capitais.

1 (3)

Eduardo Montenegro é um renomado arqueólogo brasileiro que trabalha no Instituto de Arqueologia Marinha do Mediterrâneo (IASMed), criado com o intuito de procurar vestígios que provem que Monte Castelo, uma nação poderosa, realmente pertenceu ao mundo antigo. Para aceitar este emprego, ele teve que migrar para a Itália repentinamente, o que causou seu divórcio com a mãe de Maria Eduarda, sua filha. A sua adolescência marcada por tragédias familiares o fez criar um ódio aparentemente irreversível no caráter de Deus, sendo Este acusado de ser o culpado por todos os problemas que aconteceram em seu passado. Quando estava no aeroporto, aguardando seu voo para o Brasil, onde reveria sua filha e sua ex-esposa após um ano, Eduardo recebeu um telefonema de seu melhor amigo, o qual mudou toda a sua vida. Todos os arqueólogos, inclusive ele, tiveram que ouvir uma história de marcantes emoções e de aventuras de tirar o fôlego.

A história que os arqueólogos ouviram conta o romance inspirador de um dos príncipes de Monte Castelo com uma senhora das flores. O príncipe, chamado Alexandre, era o filho mais velho do rei Dominic e era invejado por Aléxis, seu único irmão. Enquanto o reinado de Monte Castelo atravessava por uma linha de tragédias e romances, um feiticeiro que atendia pelo nome de Felícius mergulhava numa aventura com seu discípulo, o guerreiro Antero, à procura do tão temido Oráculo, pelas montanhas mais frias e perigosas de todo o mundo: As Frigidu.

Categorias: Aventura

Palavras-chave: -, amor, arqueologia, deus, guerra, história, medieval, romance

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria